A beleza e a alegria da vida dos negros da comunidade

OUÇA O POST EM PODCAST

O artista Del Nunes retrata em suas colagens a realidade dura, mas também bela e alegre, dos negros das comunidades.

Da comunidade de Mussurunga, na periferia de Salvador, vem um artista que vale a pena conhecer e acompanhar. A plataforma do baiano Del Nunes, publicitário de 22 anos, é o Instagram e em vez de telas e pincéis, o artista usa programas como Photoshop e Illustrator para criar colagens com personagens e cenas cotidianas da vida dura, mas também bela, da comunidade.

“Paternidade” e “Por do Sol” (2020)

“Nasci, cresci e vivo até hoje na periferia. Nós, negros da comunidade, somos retratados sempre de forma negativa ou simplesmente compassiva. O que é quase natural devido às dificuldades do nosso dia-a-dia”, afirma. “Quero mudar essa visão retratando a beleza e a alegria do nosso mundo”, explica Uendel.

“Campinho” e “Guri Sob a Luz da Lua” (2O2O)

Suas colagens transmitem a beleza, a elegância, o amor, a solidariedade, a religiosidade presentes no dia-a-dia dessa gente simples. “Favela é um nome forte. Feminino. Acolhe, protege, ensina. Uma Mãe. Uma entidade. Está dentro de um homem e nem mesmo o dinheiro pode arrancá-la de dentro dele”, justifica Uendel em seu Instagram. Confira aqui: @uendelns.

“Deus é brasileiro e seu filho Jesus é preto” e “União e Proteção” (2020)

Uma frase que define seu trabalho é “desconstruir para ressignificar”. Porque um outro interesse é revisitar obras de arte famosas. “Gosto de dar um novo significado a esses quadros, imaginando como seriam no contexto da minha vida”, explica. No seu perfil do Instagram e neste post do Único pode-se ver releituras da “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, “Moça com Brinco de Pérola”, de Johannes Vermeer, e a “Vênus”, de Botticelli, convertidas à raça negra. Uendel quer que sua mensagem seja compreendida também pelas pessoas simples e muitas vezes sem cultura à sua volta; por isso sua escolha das releituras sempre recai sobre quadros bem conhecidos do público.

“Monabléque” e releitura de Johannes Vermeer (2020)

“A cultura negra vem ganhando espaço em todas as áreas, mas nossa cultura é mais do que uma simples tendência”, finaliza Uendel.

Uendel está na APOIA.se, uma plataforma de financiamento coletivo, que coleta contribuições de apoiadores para iniciativas de diversas áreas, inclusive sociais e artísticas. Pode-se contribuir com qualquer quantia a partir de R$ 5,00 e, dependendo do valor, recebe-se uma “recompensa”, que no caso de Uendel pode uma colagem exclusiva (com sua foto), até mesmo impressa. Para contribuir com o trabalho de Uendel Nunes: apoia.se/uendel.

Assista abaixo no IGTV como é o processo de criação de uma colagem de Uendel no Photoshop.

https://www.instagram.com/tv/B9ovwpUgeOQ/?utm_source=ig_web_copy_link
https://www.instagram.com/homemunico/

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia também
Único -livro Seja único! Quando sua paixão vira negócio - Riccardo Pozzoli
“Seja Único”: as estratégias para destacar seu negócio