Único - Maluma disco Papi Juancho

Maluma assume alter-ego “Papi Juancho” em novo disco

OUÇA O POST EM PODCAST

O astro colombiano lançou de surpresa álbum gravado nos meses de isolamento social, recheado de R&B latino e reggaeton.

Diferentemente da maioria dos artistas pop, que marqueteiam seus discos muito tempo antes do lançamento, Maluma lançou de surpresa Papi Juancho, álbum com 22 faixas gravado durante os meses de isolamento social em Medellín, na Colômbia, e Miami, nos EUA.

O disco do astro colombiano de 26 anos é puro Maluma, com muito R&B latino, trap (gênero derivado do rap) e doses maciças de reggaeton. Tem diversas participações especiais, a maior parte de artistas desses gêneros musicais que Maluma classifica de influenciadores em sua música: Zion, Randy, Yandel, Lenny Tavarez, Justin Quiles, Myke Towers, Ñengo Flow, Jory Boy, Ñejo & Dálmata e Darell.

O enigmático nome Papi Juancho remete a um alter-ego que Maluma resolveu incorporar juntando seu apelido de família, Juancho, ao Papi, expressão de “brodagem” muito usada pelos latinos, que o cantor adotou em sua campanha para as cuecas Calvin Klein.

Lançado um ano depois de 11:11, Papi Juancho chega colocando como faixa de trabalho o single super-sexy historinha-de-amor “Hawái” e inclui também “ADMV,” lançada em abril passado em videoclipe com Maluma caracterizado como um senhor de idade.

Em 2019, Maluma colaborou com Madonna no single “Medellín”, que fez parte do álbum Madame X da rainha do pop, retribuindo a participação da diva em “Soltera”, de 11:11.

O disco foi lançado no timing perfeito para a apresentação de Maluma no VMA 2020, no dia 30 de agosto, com a canção “Hawái” .

Papi Juancho já está disponível nas plataformas de streaming e também na íntegra no YouTube (clique no logo do YouTube na tela para ver todas as faixas).

https://www.instagram.com/homemunico/

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia também
livro Enfodere-se! Caio Carneiro
Porque “Enfodere-se” já vendeu 100.000 exemplares em 2020