Único - AC-DC lança disco Power Up

AC/DC volta à ativa com álbum de inéditas “Power Up”

OUÇA O POST EM PODCAST

O AC/DC lançou Power Up, seu 17º álbum de estúdio, que acaba de chegar às plataformas digitais. É o primeiro disco lançado depois da morte do guitarrista Malcolm Young, em 2017, membro fundador do grupo e irmão de Angus, guitarrista e líder da banda australiana.

O lançamento concretiza o retorno oficial do AC/DC, anunciado em setembro passado, com a volta do cantor Brian Johnson e do baterista Phil Rudd. Power Up foi recebido como “mais do mesmo”, mas para uma banda com a importância do AC/DC no cenário do rock isso pode até soar como um elogio.

Único - AC-DC lança disco Power Up

São 12 faixas no estilo clássico da banda que não vão decepcionar nem os fãs da banda nem os fãs do hard rock. O disco (também batizado de PWR/UP ou PWRϟUP) foi anunciado como um tributo a Malcolm Young, que sofria de Alzheimer e demência. Além de conter partes de guitarra gravadas por Malcolm antes de morrer, todas as faixas são creditadas a ele e Angus, o que sugere que esse último vasculhou o baú do AC/DC para gravar o álbum.

O cartão de visitas é a faixa que abre o disco, “Realize”, com a energia e o peso que se espera do AC/DC, o segundo single a vir à luz depois de “Shot in the Dark”. Ouça.

O álbum foi lançado no exterior também em CD, vinil e numa caixa de edição de luxo limitada. O box vem com um botão que, ao ser apertado, acende um neon com o logo do AC/DC, um livro de 20 páginas com fotos exclusivas e um cabo USB para a luz da caixa ficar acesa. Afinal, esse é o sentido de “power up” sempre carregado. Claro que essa caixa não vai chegar nunca ao Brasil. Nem o mero CD, porque a gravadora Sony Music não lança mais nenhum produto físico no Brasil.

https://www.instagram.com/homemunico/

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia também
Documentários para matar a fome dos fãs do esporte
Documentários para matar a saudade do esporte